sábado, 6 de fevereiro de 2010

*Atestado do Óbvio



Diante da minha grande e visível imbecilidade,
ou melhor, inutilidade
declaro para todos os fins
que a vida é um grande sarcasmo.
Declaro tão somente
e com todo o respeito que não tenho
que tudo aquilo que nos fere
serve inevitavelmente
para nosso deleite e 
para nossa autoafirmação.
Eu, que não possuo moral alguma
digo que tua vida não tem função
a não ser, à contemplação.
Pela minha vasta inexperiência
em assuntos corriqueiros
e minha grande experiência
por aquilo que nunca vi
digo e repito:
que tudo merece ser experimentado
e usado até o ponto de total desgaste
pra no final ser apenas comentado.
Assim, fica o registro
de uma óbvia mortal
que não sabe o que fazer da vida
que usa as palavras com desdém
e mesmo assim se acha no direito
de ser alguma coisa pra alguém.

*Já publicado no fanzine e blog da revista claraboia: http://revistaclaraboia.blogspot.com

1 Comentários:

Andréa Destefani disse...

Perfeito.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sample text

Sample Text

Sample text