terça-feira, 18 de outubro de 2011

Preâmbulo do meu desejo



Com a minúcia de um ritual, beije meus pés
Depois massageie-os
Beije meus joelhos, os dois
Beije minhas coxas interna e externamente

Pule para meu umbigo
Passe a língua ao seu redor suavemente
Não deixe muita saliva
Use seus sentidos - todos
Sinta o odor que cada parte do meu corpo exala

Me vire bruscamente, mas com cuidado
Resvale seu nariz no córrego das minhas costas
Deslize as pontas dos dedos em minhas costelas
Me deixe com bolinhas por todo o corpo

Olhe, cheire, deguste, ouça meus seios
Depois beije um por um que é para não rolar ciúmes
Muita atenção ao pescoço
Ele tem o poder de arrepiar todos os meus pêlos

Beije meu queixo, bochechas e suas covas
Minhas olheiras tão marcadas por te esperar
Meus olhos acostumados de te ver no pensamento
Minha testa como um pedido respeitoso
Para que eu abra minhas portas

Encha suas mãos com os meus cabelos
Memorize o nível de sua maciez
Embriague-se com o seu cheiro

Só então, depois de percorrer meus mundos
Beije meus lábios: o primeiro e os segundos...

4 Comentários:

FelisJunior disse...

Olá! Visitando outros blogs, para conhecer...
bem...primeiro, parabéns pelo título do Blog, muito original...e segundo por esta poesia "romântica/sensual" muito bonita.
É só...abraços e sucessos!

quando der visite: felisjunior.blogspot.com/

Rodrigo Souza disse...

olha... essa foi... quente! Parabéns pelo ATO literário.

tr disse...

Vai te fuder! FODA! FODA e FODA!

Davi Escobar disse...

Porra.. Muito foda!!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Sample text

Sample Text

Sample text